Proteção e Bem Estar Animal

O Departamento de Proteção e Bem-Estar Animal atua atendendo protocolos formalizados via sistema 1Doc referentes a denúncias de maus-tratos, animais de rua machucados ou doentes, castrações de cães de rua, solicitações de Lares Temporários para filhotes e denúncias de acumuladores de animais. Todos estes protocolos são atendidos dentro do prazo de 30 dias e uma equipe composta por um médico veterinário e um oficial de controle animal vai até o local para averiguar a situação.

Em vista do Centro de Triagem de Animais da Prefeitura possuir um número restrito de canis, os cães recolhidos são os que realmente necessitem de tratamento médico veterinário por estarem com suas vidas em risco e somente são resgatados animais de rua, ou seja, que não possuem nenhum tutor. Somente são realizados procedimentos de baixa complexidade e os animais resgatados são tratados durante o tempo necessário para sua completa recuperação, para posteriormente serem castrados, microchipados, vacinados (múltipla e antirrábica), vermifugados e, se viável, são levados para feiras de doação de animais pela Prefeitura. Se após algumas tentativas de doação o animal não conseguir um novo lar, infelizmente, este será devolvido ao local em que foi recolhido, conforme Lei Estadual Nº 17.422/2012, para viabilizar o recolhimento de novos animais.  

 

Legislação pertinente:

Lei Federal Nº 9.605/1998 – Lei de Crimes Ambientais.

Lei Estadual Nº 17.422/2012 - Dispõe sobre o controle ético da população de cães e gatos no Estado do Paraná.

Lei Estadual Nº 14.037/2003 - Institui o Código Estadual de Proteção aos Animais.

Lei Municipal Nº 907/2007 - Código Municipal do Meio Ambiente do Município de Piraquara.

Em caso de dúvidas: 3590-3508

Compartilhe seu conteúdo nas redes sociais: